Brigada de Trânsito utiliza software pirata

Por | 10 de Fevereiro de 2008
A Brigada de Trânsito não tem um programa informático para fazer os croquis dos acidentes, pelo que alguns militares estão a usar um programa que foram buscar à Internet é que é ilegal. O Comando-Geral da GNR critica o uso deste software ilegal.

A ordem do Comando-Geral da GNR é que os corquis sejam feito à mão ou usando o programa informático Powerpoint. Em 2005, a Brigada de Trânsito pediu ao Comando-geral da GNR um programa específico de desenho para quando fazem investigação criminal de acidentes, mas até agora ainda não há uma resposta.

O presidente da Associação Sócio-profissional Independente da Guarda, José Alho, admitiu à Sic que as pen e os CD’s com os programas de desenho vão passando de mão em mão entre os militares da GNR que precisam apresentar o trabalho antes que terminem os prazos. Em muitos casos, esse programas são pirateados.

O Comando-Geral da GNR critica a prática destes militares, até porque a autoridade deve ser a primeira a dar o exemplo. Se os militares usam programas não autorizados nos seus computadores pessoais, é por iniciativa própria e sem a autorização do Comando-Geral.
Fonte: Sic Online

NB: Se o problema é o comprar o Powerpoint podem usar o Openoffice, tem um programa “igual” ao Powerpoint e exporta para ppt/pps como o Powerpoint e é completamente gratuito, para quê gastar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *