Arqueólogos encontram aldeia dos construtores de Stonehenge

Por | 1 de Fevereiro de 2007

Uma equipa de arqueólogos britânicos descobriu uma povoação do Neolítico que acreditam ter sido a casa das pessoas que construíram Stonehenge, há quase cinco mil anos.
Escavações em Durrington Walls, perto do famoso monumento neolítico, puseram a descoberto ruínas de antigas casas. A povoação abrigava as pessoas que se deslocavam ao local para participar nos festivais rituais e nas cerimónias fúnebres que ali se realizavam, diz uma equipa de arqueólogos da Universidade de Sheffield.

De acordo com a BBC, trata-se da maior povoação do Neolítico no país e data da época em que se construiu Stonehenge, entre 2600 e 2500 anos antes de Cristo.
O arqueólogo Mike Parker Pearson revelou que foram encontradas oito casas e vestígios de pelo menos mais uma centena.

“É a povoação mais rica, e por rica quero dizer suja, deste período do Reino Unido” disse Pearson à BBC. “Nunca tínhamos encontrado tanta cerâmica e restos de sílex e ossos animais”.

No entanto, Stonehenge ainda tem muitos segredos por desvendar. Alguns arqueólogos questionam a datação porque o monumento foi reconstruído muitas vezes. Por outro lado, enquanto alguns pensam que se trata de um enorme calendário astronómico, outros acreditam que é um altar religioso de culto ao sol.

Na Aldeia mais digital de Portugal – Beijós

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *