Você é a personalidade do ano

Por | 20 de Dezembro de 2006

Você foi eleito pela “Time” como a personalidade do ano de 2006. Ou seja, a revista norte-americana elegeu toda a gente que usa computador, tendo em conta a explosão dos sites de Internet alimentados pelos utilizadores.
“A personalidade do ano é você. Sim, você. Você controla a era da informação. Bem-vindo ao nosso mundo”, escreve a revista que publica na capa um computador onde o ecrã do monitor foi substituído por um espelho.

A “Time”, que chega hoje às bancas, fala na explosão da “Web 2.0”, a nova geração da Internet em que os sites são interactivos e cujos conteúdos são alimentados pelos próprios utilizadores, como o YouTube e a Wikipedia e os blogs.

O site de trocas de vídeos YouTube, onde as pessoas colocam os seus vídeos, tem 72 milhões de visitantes por mês, o que o tornou um dos mais fulgurantes sucessos da Internet. E levou à sua recente compra pelo Google num negócio que atingiu os 1.650 milhões de dólares.
O MySpace permite aos utilizadores criarem as suas páginas pessoais. Second Life oferece aos internautas um universo virtual onde eles podem “viver” através dos “avatar” por si criados.

Nos últimos meses têm nascido milhares de novos sites na Internet sob o signo “wiki” (rápido em haitiano), onde os conteúdos são colocados gratuitamente pelos leitores, e cujo exemplo de maior sucesso è a Wikipedia, uma enciclopédia on-line que não para de crescer, tem já cinco milhões de artigos em 250 línguas.
Os blogs são outro fenómeno em pleno desenvolvimento na Internet. Há já mais de 50 milhões de páginas pessoais onde os autores publicam as suas opiniões que podem ser lidas por toda a gente.

Se olharmos 2006 sob um certo prisma, vemos que há uma história de comunidade e de colaboração “numa escala jamais vista antes”, escreve a “Times”.
A revista designa todos os anos uma personalidade. Já foram eleitos Adolf Hitler, Stalin, o computador, o grupo U2, a Microsoft. Quando em 1979 a “Times” escolheu o Ayatollah Khomeini, perdeu um certo número de leitores em protesto.

Este ano, nos lugares mais citados ficaram o presidente iraniano, Mahmmoud Ahmadinejad, O líder norte-coreano, Kim Jong-il,, o presidente norte-americano, George W. Bush e o papa Bento XVI.

Fonte: Sic

Arquivado em: Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *