Mais de um terço dos lares portugueses tinham Internet em 2005

Por | 12 de Outubro de 2006
A percentagem de famílias portuguesas com Internet em casa não excedia os 36% em 2005 e a dos lares com computadores pessoais era de 45%, segundo um estudo da consultora IDC.

O estudo da consultora internacional de tecnologias de informação IDC, baseado em inquéritos a 998 famílias de Portugal Continental, a que a agência Lusa teve hoje acesso, indica que a percentagem de lares com computador e Internet cresceu fortemente em Portugal mas “ainda continua bastante abaixo da média europeia”.

No entanto, a banda larga representa já mais de três quartos dos acessos nos lares que dispõem de Internet, enquanto as ligações em banda estreita, que em 2003 ainda eram a maioria, reduziram significativamente o seu peso, segundo aquela consultora.

Em Lisboa, os lares com computador pessoal atingem um máximo nacional (continente) de 84%, com 72% das famílias a dispor de acesso à Internet, 81% das quais com banda larga (58% do total).

No outro extremo está o Baixo Alentejo, onde os dados da IDC revelam que só 7% dos lares têm computador e apenas 5% ligação à Internet.

Mais de dois terços (67%) das famílias da grande Lisboa têm computador em casa e 56% têm Internet (80% m banda larga), enquanto no grande Porto 53% dos lares têm PC e 40% Internet, sendo três quartos dos acessos em banda larga.

Ainda de acordo com o estudo da IDC, têm computador 58% dos lares de Lisboa e Vale do Tejo, 43% das residências do norte, 35% das famílias do centro e um quinto das habitações do sul.

Fonte: Jornal de Negócios

Arquivado em: Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *